Luz – Left Hand Rotation

In the last couple of years, project Nova Luz has begun to transform one of the liveliest and most central parts of São Paulo. Low income groups fear they will have to leave the area soon, due to expropriation, demolition and gentrification. Questions are raised regarding the inclusion of these social groups in the urban plan. Spanish media collective Left Hand Rotation recently launched a documentary on this topic (Portuguese/Spanish).

Nos últimos anos, o projeto Nova Luz começou a transformar um dos bairros mais centrais e movimentados de São Paulo. Moradores de baixa renda são expostas á desapropriação, demolição e gentrificação, processos que acabam expulsando-0s da região central. A inclusão desses grupos no projeto, na forma de zoneamento ZEIS, está sendo debatido no momento. Coletivo Espanhol Left Hand Rotation recentemente lancou um documentário sobre essa situação (Português/Espanhol).

Read more / leia mais:
Gentrification workshop Brasília (Left Hand Rotation)
The Luz District in São Paulo: Anthropological questions on the phenomenon of gentrification
Nova Luz – an update

SP aérea – Centro Novo
Traga sua Luz

Share

Praça Roosevelt – revista Acrópole

A praça Roosevelt foi construída há quarenta anos e está prestes a ser demolida para poder realizar um novo projeto municipal. Os posts sobre a praça em Projetos Urbanos têm sido muito bem lidos e geram uma discussão em torno do futuro deste local importante do centro de São Paulo. Portanto, novas informações sobre a praça são sempre benvindas.

Em um dos últimos volume da revista Acrópole – extinta em 1971 – foi publicado o projeto original da praça Roosevelt, projetado por Roberto Coelho Cardozo, Antonio Augusto Antunes Netto, Marcos de Souza Dias, com colaboração de Luciano Fiaschi. Projeto estrutural: J.C. Figueiredo Ferraz Ltda. Construção: Consórcio Técnico de Engenharia. Realização: Prefeitura Municipal.

Clique aqui para baixar a matéria completa, publicada na Revista Acrópole, n.780, Dezembro de 1970.

Leia mais sobre a praça Roosevelt em Projetos Urbanos:
Praça Roosevelt – os projetos
Praça Roosevelt – cleaning up
Praça Roosevelt – praia Roosevelt
Praça Roosevelt – mais uma revitalização

A revista Acrópole, na época a revista Brasileira de arquitetura com o maior número de edições, publicou em 1970 uma edição especial da Universidade de Brasília.
Clique aqui para baixar a edição completa.

Leia mais sobre a extinta revista Acrópole:
www.vitruvius.com.br/revistas/…

Agradecimentos:
Jorge Eduardo Rubies (associação Preserva São Paulo); Universidade de Brasília (UnB)

Share

Estações de São Paulo viram patrimônio

Folha de São Paulo 26/07/2010
Estações ferroviárias de São Paulo viram patrimônio cultural
Letícia de Castro

Marcos da urbanização paulista, as estações ferroviárias de São Paulo estão virando também patrimônio cultural do Estado.

Nove conjuntos de prédios que pertenceram a São Paulo Railway, a primeira ferrovia a ser implantada em São Paulo, para escoar a produção de café, foram tombados e outros 24 estão sendo estudados e podem ser incluídos na lista até o fim do ano. Na primeira leva, entraram Jundiaí, Várzea Paulista, Franco da Rocha, Caieiras, Perus, Jaraguá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra e Santos com seus armazéns.
Construídas com tecnologia inglesa entre 1862 e 1867, elas têm como características marcantes os postes de ferro fundido, uma novidade na arquitetura mundial da época, e mãos-francesas –peças triangulares de sustentação do edifício– com detalhes decorados em ferro. A introdução do tijolo, em uma época em que a taipa era o principal material usado nas construções paulistas, representou uma inovação no fim do século 19.
“Elas representam a expansão da ferrovia pelo estado e a explosão de crescimento da cidade de São Paulo”, afirma o pesquisador Ralph Menucci, que estuda há 15 anos a história das ferrovias no Estado e é autor do pedido de tombamento. […]
“As ferrovias têm papel fundamental no desenvolvimento econômico do Estado de São Paulo. Surgiram com o café e possibilitaram, mais tarde, o desenvolvimento da indústria”, afirma a historiadora Ana Luiza Martins, que coordena a equipe responsável pelo estudo de tombamento no Condephaat. […]

Share

Abandoned city – Cidade deserta

Does urban life in Brazil really stop during world cup soccer matches? Fábio Miyata tries to answer this question by taking photos of main avenues of São Paulo during the matches of the Brazilian soccer team. Some of the usual transit bottlenecks, such as Radial Leste, Avenida Santo Amaro and Avenida Paulista, indeed remain deserted. Marginal Pinheiros still seems to have the normal flow of vehicles during the match against North Korea. And of course the Anhangabaú valley is completely crowded with pedestrians, because of the large public plasma screens that show the match.
The photos are posted on cidadedeserta.blogspot.com

Share